segunda-feira, novembro 29, 2004

Moribundo mas não morto...

Talvez monotonamente desinspirado, aguardando melhores inspirações...junto falta de tecnologia temporária...acesso a internet limitado a nova habitação...o desejo de um ano cheio de felicidade e uma vontade de voltar a dizer, assim que este cão moribundo refresque o latir e possa voltar a ocupar o seu contemporâneo tempo com novas deste mundo canil. Um forte abraço.